A artista Audrey Heller


Minhas palavras

A seguir, a íntegra da entrevista com a Revista do elefante, uma parte deste foi publicado no verão de 2010.

Você poderia nos contar um pouco sobre a sua formação?

Minha formação é em teatro. Eu era um designer de iluminação e diretora por muitos anos. Isso é o que eu estudei na escola, e eu ainda considero minhas fotos um projeto teatral que aconteceram para acabar no filme.
Você se lembra de brincar com miniaturas ou figuras de quando você era criança?

Eu tinha uma coleção enorme de animais em miniatura. Eu persigo os realistas exóticos. Quando eu tinha cinco anos me foi dada uma fazenda em miniatura, com um celeiro, animais e pessoas. Foi o meu bem mais precioso. Eu mantive a coerência interna rigorosa, eu nunca considerei a introdução de um cachorro de porcelana em minha fazenda plástico. As cenas que eu criei não eram particularmente dramáticas. Eles eram muito fatia de vida. Eu não nomear os animais, mas quando eu retirei o conjunto recentemente, percebi que o colono com o saco de grãos por cima do ombro tinha sido a minha primeira paixão.

Você era criativa quando criança?

Eu era observadora. Eu era leitora. Eu era uma escritora. Eu era muito tímida quando criança. Fui apresentada a uma câmera muito jovem, e que se adequava a minha natureza. Meu pai tirou fotos bonitas, e criava uma câmara escura no banheiro a cada poucos meses. Era um ritual mágico.

Quando você decidiu se tornar um artista?

Ha! Eu não decidi ser artista. Eu ainda não estou muito confortável com o termo, apesar de eu ter sido profundamente envolvida na criação de arte de alguma forma desde que eu fui nos bastidores de minha escola de teatro.

Eu tive a minha primeira foto mostra em 1996. Foi um salto enorme, porque o trabalho de teatro é sempre de colaboração, e isto só tinha o meu nome. Eu decidi tentar ganhar a vida com a minha fotografia em 2000. Eu vinha produzindo mídia corporativa, e eu estava sendo paga mais e mais dinheiro para fazer trabalhos cada vez piores. Quando fui solicitado para criar um vídeo de marketing sobre fibra alimentar e parasitas intestinais, ao mesmo tempo que eu fui aceita para um show de grande arte juried, tomei isso como um sinal de musas que eu tinha que tomar a mergulhar!

Quais foram os fatores mais importantes para o seu desenvolvimento artístico? O que ou quem te inspira?

Eu sou inspirada por pessoas com curiosidades enormes e uma capacidade de comunicar as suas paixões e idéias, independentemente da área. Meu desenvolvimento artístico é influenciado tanto pela ciência e pela história como ela é, de pintura e escultura. Eu sempre cito Jacques Cousteau e Dr. Seuss como influências fortes e heróis. Certos artistas criativos mudaram para sempre a maneira como eu vejo as coisas. Giorgio DeChirco, Pina Bausch, Krzystof Kieslowski, Anselm Kiefer e Peter Brook, para citar alguns.

Onde você mora agora? É a sua cidade um bom lugar para ser um artista? Você já se sentiu como uma miniatura si mesmo?

Eu moro em San Francisco, Califórnia, que é o lugar onde eu nasci. É um lugar inspirador para ser, cheia de diversidade natural e cultural. É um desafio, porque é muito caro, mas há uma grande comunidade de profissionais independentes em todos os campos. Você não se sente fora de lugar aqui!

Qual foi o "fora de escala" mais "vertiginosa" ou experiência que você pode lembrar?

Andando por sequóias antigas é uma experiência estonteante. Eu tenho uma sensação palpável de estar fora de escala, não apenas em tamanho, mas em termos de durabilidade. Eu me sinto como um ratinho, deslizando em torno de minha curta vida pouco, escalando as raízes dessas árvores que parecem durar para sempre para o céu, e sempre volta no tempo. Elas são inspiradoras. Há uma razão que eles chamam de "círculos de sequóias catedrais".

Como você descreveria o seu trabalho?

Eu descreveria o meu trabalho como teatro, brincalhão, irônico. É surreal no sentido clássico, em que o seu efeito depende fortemente uma sensação de estranhamento.

Como você trabalha? Como seus sets são realizados? Você começa a partir de fotografias? Você esboça? Escrever? Modela?

 Às vezes eu começo com os números, e olhar para as definições para eles, mas mais frequentemente eu começar com um objeto. Eu olho para adereços que têm ressonância, uma conexão pessoal para mim, ou algo que fala a cultura comum. Então eu vou jogar com figuras e cenários diferentes para ver se eu posso criar algo sugestivo. Às vezes, figuras particulares têm histórias em curso, como os mergulhadores que estão sempre à procura de água, ou o grupo de ciclismo que estão explorando.

Você trabalha com assistentes? Fabricantes? Outros terceiros?

Eu costumo trabalhar sozinho, mas eu já tinha alguns amigos me ajudar. Com a pessoa certa, que é muito divertido. O assistente de iluminação mais jovem tinha cinco anos de idade. Eu fiz ele segurar uma lanterna por um bom tempo.
Eu sempre trabalho com figuras do mesmo fabricante. Eles fazem figuras, mas bonitas e muito realistas eu nunca tive que pedir para fazer alguma em especial para mim.

Como você decide sobre a escala de um determinado projeto?

Eu sempre trabalho com a mesma escala, de forma a série tem uma consistência interna. Eu decidi por ele (HO 1:87) porque eu posso ficar apertado o suficiente para ter um monte de detalhes, sem ir tão pequena que os objetos que eu estou trabalhando com se tornar completamente abstrato.


O restante da entrevista no site da artista:  http://squint-pictures.myshopify.com/pages/welcome

0 comentários:

"Nós nascemos sozinhos, vivemos sozinhos, morremos sozinhos. Somente através do amor e da amizade podemos criar a ilusão por um momento que não estamos sozinhos."

Orson Wells

Fenix

Fenix

Eu

Image and video hosting by TinyPic

Resolutions for life

Resolutions for life

Fale comigo

Atualizações Por Email

Meus textos no Me, Myself and I

"Para obter algo que você nunca teve, precisa fazer algo que nunca fez".

"Quando Deus tira algo de você, Ele não está punindo-o, mas apenas abrindo suas mãos para receber algo melhor".

"A Vontade de Deus nunca irá levá-lo aonde a Graça de Deus não possa protegê-lo".

"Boas meninas vão para o céu.

"Boas meninas vão para o céu.
As más vão para qualquer lugar" H.G.Brown

Beijo BEM DADO!

Beijo BEM DADO!
13 de Abril - Dia do Beijo!

Robert & Kristen

Robert & Kristen
Essa foto é quente!!!

Pervert


Mulher Maravilha

Mulher Maravilha

Visualizações de páginas da semana passada

Robert Pattinson Ai Meu Deus!

Robert Pattinson Ai Meu Deus!
Niver: 13/05

Addicted

Addicted

FREEDOM

FREEDOM
passarinho na gaiola não canta, lamenta.

Yes, I do

Yes, I do

Bruninho bonitinho...

Bruninho bonitinho,
Se vovozinho pegar
Você dormindo no

Meu sofazinho gostosinho,
Vai cortar seu pir*zinho!

TOMA! ! ! ! !


VINGANÇA!!!!!

Seja antes de tudo Humano...

Seja antes de tudo Humano...
Com seu próximo!

Coments...

Coments...

Janelândia

Janelândia
Passo muito tempo aqui.

Seguidores

Eu Bloggo! Desde 15/01/08

Eu Bloggo! Desde 15/01/08
TU BLOGAS?

Avise, deixe BEM claro!

Avise, deixe BEM claro!

Memento, Homo, Quiá Pulvis Es Et In Pulverem Reverteris.

“Lembra-te, ó homem, de que és pó e ao pó hás de voltar”.