It's Gonna Take a Miracle

It's Gonna Take a Miracle

Loving you so
I was to blind to see
You letting me go
But now that you set me free
It's gonna take a miracle
Yes, it's gonna take a miracle
To make me love someone new
Cause I'm crazy for you

Oh... didn't you know
It wouldn't be so easy
You letting me go
You can be sure that now it's gonna take a miracle
Yes, it's gonna take a miracle
To make me love someone new
Cause I'm crazy for you

Oh, no you know I can't forget about you
I'm gonna try to show you how much
You're turning me around, destroying me
I'll never be the same as before you

You must realize
You took your love and left me
Quite by surprise
You can be sure that now it's gonna take a miracle
Yes, it's gonna take a miracle
To make me love someone new
Cause I'm crazy for you

Vai Precisar de Um Milagre

Amando você tanto
Eu estava cega pra ver
Você me abandonar
Mas agora que você me libertou
Vai precisar de um milagre
Sim, vai precisar de um milagre
Para me fazer amar alguém novo
Porque sou louca por você

Oh oh, você não sabe
Não seria tão fácil
Você me abandonar
Você pode ter certeza, que agora vai precisar de um milagre
Sim, vai precisar de um milagre
Para me fazer amar alguém de novo
Porque sou louca por você

Oh, eu sei que não posso esquecer de você
Vou tentar mostrar o quanto
Você está em volta de mim, destruindo-me
Eu nunca mais serei a mesma antes de você

Você deve perceber
Você levou o seu amor e me deixou,
Totalmente surpresa
Você pode ter certeza, que agora vai precisar de um milagre
Sim, vai precisar de um milagre
Para me fazer amar alguém de novo

Porque eu sou louca por você

2016 Colírio Junho - Natalie Dormer e Luke Evans

Natalie Dormer

Natalie Dormer (nascida em 11 de fevereiro de 1982) é uma atriz Inglesa. Ela tornou-se conhecida por seus papéis como Anne Boleyn na série da Showtime The Tudors (2007-10), como Margaery Tyrell de HBO Game of Thrones (2012-presente), Irene Adler na série CBS elementar (2013-15), e, como Cressida nos filmes de aventura de ficção científica The Hunger Games: Mockingjay - Part 1 (2014) e Parte 2 (2015). Ela foi nomeada para Melhor Performace no Gemini Awards por seu trabalho em The Tudors. Ela também foi nomeada para Guild Award por sua atuação em Game of Thrones.

Início da vida
Dormer nasceu em Reading, Berkshire. Ela é de ascendência parte norueguesa. Dormer frequentou a Escola Secundária Chiltern antes de passar à escola Blue Coat Reading, escola historicamente de meninos, que admite meninas a partir da sexta série. Ela cresceu com seu padrasto (um construtor), mãe, irmã Samantha, e seu irmão Mark. Ela disse que ela foi vítima de bullying na escola, mas "ainda hoje [ela] não consegue falar sobre isso". Na escola, Dormer era a menina cabeça, primeira classe estudantil, vice-capitã da equipe de netball da escola, e viajou o mundo com a equipe de falar em público de sua escola.

Durante seus anos de escola, Dormer treinou dança na Escola Allenova de Dança. Ela se descreve como a "esperança acadêmica" da família e foi oferecido provisoriamente um lugar para estudar história na Universidade de Cambridge.; mas, em seu exame de História de nível A, ela não atingiu a nota necessária. Dormer decidiu que ela faria testes para escolas de teatro e decidiu treinar na Webber Douglas Academy of Dramatic Art em Londres.

Carreira
Seis meses depois de se formar a partir de Webber Douglas, Dormer ganhou o papel de Victoria em Casanova. Esta foi sua estréia no cinema e foi lançado em 2005. O diretor, Lasse Hallström, ficou tão impressionado com timing cômico de Dormer que ele pediu ao roteirista para expandir sua parte. Com a força de sua audição para o papel e seu desempenho, ela garantiu um contrato de três filmes com a Touchstone Pictures, que nunca foi exercido. Em 2005, Dormer teve um pequeno papel no Distant Shores. Após as filmagens de Casanova, Dormer ficou fora da área por nove meses, que ela atribui a "má representação". Ela foi anexada a um filme independente que foi sendo adiado devido a problemas financeiros. Voltando ao circuito das audições, Dormer trabalhou como garçonete para se sustentar. ““Ela disse que queria estar fora do trabalho por tanto tempo”, foi a melhor lição que eu poderia ter tido nos primeiros 12 meses da minha carreira".

Em 2007 e 2008, Dormer fez Anne Boleyn nas duas primeiras temporadas de The Tudors, pelo qual ela recebeu comentários muito positivos. Robert Abele de LA Weekly escreveu: "Natalie Dormer apresenta um requinte de pintura e complexidade na sua interpretação de Anne Boleyn... Após a morte de sua personagem no final da segunda temporada, The Boston Herald observou: "Dormer deu vida Anne Boleyn, fazendo-a não apenas uma bela mulher, mas uma rebelde, uma heroína trágica desafiadoramente independente sua saída do The Tudors deixa um enorme vazio".
Ela fez a soldado Lorraine em Captain America: The First Avenger, Ela voltou para The Tudors como Anne Boleyn em uma sequência de sonho para a quarta e última temporada em meados de 2010.

Desde 2012 e continuando até 2015, Dormer tem desempenhado Margaery Tyrell no Jogo série de fantasia TV HBO Games of Thrones. Em março de 2012, ela voltou para o Young Vic para desempenhar o papel título em After Miss Julie por Patrick Marber. Seu desempenho foi aclamado pela crítica, com comentários descrevendo-a como "pouco menos que sensacional", “excelente", [16] e "a perfeita senhorita Julie". A revista de teatro on-line Saem escreveu que seu retrato de Miss Julie continha "toda a raiva, desejo, sagacidade, solidão, alegria, melancolia e desespero dos elencos de várias peças juntos... Dormer tem ainda mais presença e beleza misteriosa que é aparente a partir de suas aparições na tela, e ela forma-deslocamentos quase sobrenaturalmente entre sedutora, criança, e algoz". Dormer foi Irene Adler nos três últimos episódios da primeira temporada da série da CBS Elementary; ela reprisou o papel na segunda temporada. Dormer foi Cressida nos filmes The Hunger Games:.. Mockingjay - Parte 1 e Parte 2. Em preparação para o papel, ela raspou o lado esquerdo de sua cabeça.

Vida pessoal

Desde 2011, a Dormer é noiva de Anthony Byrne, a quem ela conheceu em Dublin durante as filmagens de The Tudors em 2007. Dormer afirmou que Cate Blanchett foi uma influência em sua carreira como atriz.

Apesar dos rumores de que Dormer está relacionada com a dama de companhia histórica Jane Dormer, que serviu Queen Mary I, elas não têm qualquer ligação familiar. Sobre este assunto, Dormer declarou: "Havia uma mulher, chamada Jane Dormer, na Corte Real que passou a ter o mesmo nome de família, como eu, mas eu acho que foi o mais longe que chegou.

 Luke Evans

Luke Evans (nascido em 15 de abril de 1979) é um ator e cantor galês. Evans começou sua carreira no palco, atuando em muitas das produções do West End de Londres, tais como Rent, Miss Saigon, e Piaf antes de começar o seu primeiro papel de destaque Hollywood estrelando o remake de 2010, Fúria de Titãns no papel de Apollo. Depois de sua estreia, Evans foi lançado em filmes de ação e suspense como Immortals (2011), The Raven (2012), e Os Três Mosqueteiros (2011), em que fez Aramis.

Em 2013, Evans estrelou como o antagonista principal Owen Shaw no blockbuster Fast & Furious 6, e também interpretou Bard, o Arqueiro, na adaptação de três partes de Peter Jackson de JRR Tolkien O Hobbit. Evans também retratou o vampiro Drácula na personagem de história de origem filme, Dracula – A História não contada.

Início da vida
Luke Evans nasceu em Pontypool, e foi criado em Aberbargoed, uma pequena cidade no Vale Rhymney, Wales, o único filho de Yvonne e David Evans. Ele foi criado como Testemunha de Jeová, embora ele tenha deixado a religião quando tinha 16 anos e deixou a escola ao mesmo tempo.
Na idade de dezessete anos, ele se mudou para Cardiff, onde estudou sob a supervisão de Louise Ryan, uma professora de canto estabelecida. Em 1997, ele ganhou uma bolsa de estudos para o London Studio Centre em Kings Cross, em Londres. Ele se formou em 2000.

Vida pessoal

Evans é abertamente gay. Em uma entrevista de 2002, ele disse: "Todo mundo me conhecia como um homem gay, e na minha vida em Londres Eu nunca tentei esconder isso", e que por ser aberto, ele não teria "esse esqueleto no armário que pode sacudir para fora". Em 2004, ele disse que sua carreira de ator não tinha sofrido por ser gay. Em 2014, Evans reconheceu a importância da comercialização, e que, embora ele não esconde sua homossexualidade, ele é reticente em discutir o assunto com a mídia. A mídia espanhola informou que ele está em um relacionamento com o modelo Jon Kortajarena. Em 2015, Evans foi nomeado um dos 50 homens britânicos mais bem vestidos da revista GQ.































Tendências de beleza perigosas da era vitoriana

Na era vitoriana Inglaterra, uma mulher que usava maquiagem era considerada uma "senhora pintada" ou prostituta. Embora as faces brancas pintadas e lábios vermelhos brilhantes tinham sido populares antes que ela chegou ao poder, a rainha Victoria chamava a composição "vulgar", o que levou muitas pessoas na Inglaterra, para abandoná-la completamente ou tentar por uma maquiagem mais natural.

A tóxica face branca

Uma tez clara extremamente pálida era importante para as mulheres em 1800. Mulheres de classe alta queriam mostrar que elas eram ricas o suficiente para não ter de trabalhar no sol quente. Elas queriam que a sua pele fosse tão pálida que chegava ao "translúcido", como quando você pode ver as veias em seus rostos. Os vitorianos tinham uma obsessão com a morte e deveria ser realmente atraente para as mulheres a aparência doentia. Era comum lavar o rosto com amoníaco na parte da manhã para garantir que eles sempre tivessem uma aprência fresca e pálida. Arsenico deveriam remover sardas, fazendo as mulheres parecerem mais jovem e mais atraente. Elas estavam plenamente conscientes de que o arsênico era venenoso e viciante, mas optavam por fazê-lo de qualquer maneira para alcançar o seu ideal de beleza.

Cabelo ardente

Em 1800, cabelos encaracolados eram populares. Os ancestrais dos babyliss eram ferros como pinças que precisavam ser aquecidas no fogo. Se uma mulher tirasse o ferro de ondulação do fogo e aplicasse no cabelo muito rapidamente, estaria tão quente que seu cabelo literalmente queimaria e cairia. A calvície tornou-se um problema comum para as mulheres na era vitoriana. Mesmo que elas se tornassem hábeis enrolando o cabelo, ainda era um monte de pressão sobre o couro cabeludo para denominá-lo constantemente em cachos. Foi mesmo sugerido que o cabelo deveria ser banhado com amônia e água para estimular o crescimento. A exposição à amônia pode causar problemas respiratórios e queimar a pele. Ela também pode provocar cegueira. S.D. Powers sugeriu uma mistura de partes iguais de sulfato de quinina e tintura aromática para a calvície e perda de sobrancelhas. Ela também aconselhou as mulheres a evitar que suas máquinas de frisar façam contato direto com o seu cabelo, que muitas pessoas não perceberam até que fosse tarde demais.

Sangue Purificado

Durante a era vitoriana, muitas pessoas morreram de tuberculose e a sociedade tinha um fascínio assustador com a morte. Mulheres tinham o costume de constantemente vomitar sangue, e isso era feito para purgar as impurezas do corpo, e que isso faria que a pele ficasse pálida. Era aconselhado as mulheres a comerem tão pouco quanto possível. Isto permitia manter as forças apenas o suficiente para a mínima manutenção do corpo e ao mesmo tempo, enfraquecendo seus corpos. S.D. Powers sugeriu um plano de refeições que consistia de um punhado de morangos no café da manhã, metade de uma laranja para o almoço, e cerejas para o jantar e, se realmente quiser, um pouco de caldo quente, também. Powers também acreditava que o carbonato de amoníaco e pó de carvão era uma obrigação em regime de beleza de qualquer mulher. Além disso, as mulheres eram instruídas a tomar uma variedade de medicamentos a cada três meses para "purificar" seu sangue, embora elas estivessem realmente fazendo-se doente para alcançar a aparência de estar perto da morte.

Maquinas de Narizes

Durante a era vitoriana, muitos homens e mulheres estavam descontentes com os narizes com que eles haviam nascido exatamente como acontece hoje. Anos antes da existência da cirurgia plástica, havia uma variedade de empresas que fabricavam "moldes de nariz" ou "máquinas de nariz". Estes dispositivos metálicos eram amarrados ao rosto de uma pessoa para apertar a cartilagem mole do seu nariz a para torna-los menores ou mais retos do que eram antes. Com o passar dos anos, os moldes de nariz continuaram a ser vendidos. Heather Bigg inventou uma engenhoca de mola com alças para segurar o metal em volta do rosto do paciente enquanto eles dormiam durante a noite e, ocasionalmente, durante todo o dia. Estes  dispositivos eram usados para o nariz começar a tomar uma diferente forma, mais atraente. Dr. Sid, um cirurgião de Paris durante a era vitoriana, relatou a seus colegas ingleses que tinha criado um objeto de metal com molas que apertou o nariz grande de uma paciente de 15 anos de idade, por três meses, até que ela estivesse feliz com o resultado.

Dieta da Tênia

Espartilhos extremamente apertados eram populares durante a era vitoriana para fazer cinturas das mulheres tão pequenas quanto o possível. Para perder peso, algumas mulheres engoiam uma pílula com larva de tênia de propósito. A pequena criatura escorregadia iria chocar dentro do estômago e devorar qualquer alimento comido pela mulher. Depois de chegar ao peso desejado elas tomavam medicações para matar a tênia. Mas também acreditava-se que ao sentar-se na frente de uma tigela de leite com a boca aberta iria atrair os vermes a rastejar para fora por conta própria. No entanto, vermes são conhecidos por crescer em média de 5 a 7 metros, o que seria pouco viável para que ela rastejasse para fora. Dr. Meyers de Sheffield inventou um dispositivo que era suposto para remover tênias dos estômagos das pessoas. Era um cilindro de metal cheio com alimento que era deslizado pela garganta do paciente. Então eles eram instruídos para evitar a ingestão de alimentos por vários dias, o que forçavam os vermes para dentro do cilindro para comer. Uma vez que os vermes estivessem no tubo, ele poderia retirar o mesmo do paciente e remover os vermes dos seus estômagos. Infelizmente, muitos de seus pacientes engasgavam e morriam com a invenção.
  
Gotas mortais

Além da cor quase morta de seus rostos, as mulheres com tuberculose eram conhecidas por tererem pupilas dilatadas e olhos lacrimejantes. Quando alguém estava apaixonada, suas pupilas dilatadas caiam bem. Na era vitoriana na Inglaterra, as mulheres com grandes pupilas eram consideradas extremamente belas. Para alcançar este olhar, elas iriam usar colírios contendo extratos da planta beladona. A beladona é uma das plantas mais venenosas existentes. Consumir um par de “frutos” ou uma folha pode ser fatal. Em doses menores, o veneno pode causar intestino irritável, erupções cutâneas, inchaço e até mesmo cegueira. As mulheres da era vitoriana sabiam desses perigos e continuaram a usar este veneno do mesmo jeito. Em seus últimos anos, a rainha Victoria teria usado gotas de beladona nos olhos, na tentativa de se livrar de suas cataratas. Embora as gotas não tivessem curado sua condição, sua visão melhorou porque as pupilas eram dilatadas. Então ela continuou a usar os colírios e se recusou a cirurgia.

Higiene dental venenosa

S.D. Powers recomendou engolir uma colher de chá de amônia venenosa misturada em um copo de água para melhorar a respiração e evitar a deterioração dos dentes para alguém com um "ácido do estômago", o que hoje chamamos de refluxo ácido. Para pasta de dente, ela recomendou o uso de pão ou carvão queimado duas vezes por dia para limpar os dentes. No guia de beleza pessoal: como cultivar e preservar de acordo com as leis da saúde, o autor recomenda que se os dentes de alguém que estão começando a apodrecer deveriam usar um bochecho feito com aguardente, gotas de cânfora, e mirra. Engolir cânfora pode levar à morte, embora seja usado para infecções e cicatrização em dores de dente. Pastilhas de cocaína eram facilmente disponíveis para a compra em uma farmácia local. Também se acreditava que curava tosses e resfriados. Obviamente, estas pastilhas devem ter sido populares porque as pessoas tornavam-se involuntariamente viciadas nelas.

Química nos cabelos

S.D. Powers publicou pela primeira vez o mito antigo que arrancar um fio de cabelo branco faria com que três cabelos a mais brotariam  em seu lugar. Este mito é realmente falso, e ainda é dito para as moças hoje em dia. Para a remoção de pelos, em vez de usar uma pinça ou fazer a barba (que eram o depilar), Powers tinha uma variedade de sugestões, incluindo uma prática aparentemente inofensiva de secar a pele com uma pasta de cinzas de madeira para que o cabelo simplesmente caísse ao esfregar. No entanto, nem todas as suas idéias de remoção de pêlos eram tão inocentes. Ela também sugeriu matar dois pássaros com uma pedra por branqueamento de seus antebraços e remoção de pêlos, ao mesmo tempo. Para isso, era aconselhável que as leitoras utilizassem cloreto de cal, que é um produto químico usado para branquear algodão, seguido por uma lavagem com vinagre. No mínimo, ela disse que as mulheres façam isso por uma janela aberta e até admite que o produto químico pode corroer sua pele se deixado por muito tempo.

Sombras de olhos com mercúrio e chumbo

Mulheres vitorianas finas não usavam sombra do olho. Como as mulheres queriam parecer o mais natural possível e não queriam ser tratadas como deisleixadas, elas eram principalmente focadas em suas peles. Usavam pouca maquiagem dos olhos e se concentravam mais em escultura e preenchimento de suas sobrancelhas. No entanto, elas poderiam utilizar cremes caseiros acima de seus olhos, só para fazê-los sobressair. Algumas mulheres faziam sombras castanho claro esmagando besouros. Era raro para qualquer pessoa usar a sombra de olho comprada de uma loja, que foi chamado de "pintura de olho" no período vitoriano. No entanto, quando uma prostituta ou uma senhora vitoriana ousada decidiu pintar os olhos em uma ocasião especial, ela era “especialista” em cosméticos feitos a partir de químicas. E essas químicas eram mortais, principalmente a cor vermelha que vinha do sulfeto de mercúrio. Os cosméticos também continham antimónio, cinábrio, e entre outros. Estes produtos químicos envenenavam o corpo, e o mercúrio é ainda conhecido por causar insanidade.

Banhos de arsênico


Lola Montez, uma atriz famosa durante a era vitoriana, deu conselhos de beleza muito mais práticos do que S.D. Powers. Montez escreveu seu próprio livro chamado A Arte da Beleza ou, Segredos de Toilet. De acordo com seu livro, enquanto ela estava viajando, ela aprendeu que era comum para as mulheres a tomar banhos de arsênico. Ela admitiu que era extremamente perigoso, mas, ao mesmo tempo, ela admirava o quão maravilhoso sua pele parecia com o resultado. Ela também explicou que, se as mulheres fizessem isso regularmente iriam morrer. Arsenico é comumente usado como um veneno para matar ratos, e era achado facilmente em farmácias durante a era vitoriana. As mulheres não eram as únicas a verem o arsênico como potencialmente atraente. Durante anos, foi visto como uma versão primitiva do Viagra aumentando a potência sexual masculina. Em pequenas doses, causava euforia ou delírio, o que fazia as pessoas ficarem viciadas em ambos os sentidos psicológico e químico.

O trabalho fotográfico de Anita Anti








Uma artista fotógrafa autodidata da Ucrânia, que recentemente se mudou para Nova York, EUA. Trabalha em fotografia desde 2009. Com seu trabalho extremamento criativo. A paixão pela fotografia começou de forma inesperada. Eu caí de amores pela fotografia ela começou a fotografar o mundo em torno dela - ganhar todo o conhecimento e inspiração através de mídias sociais e comunidades de fotografia online. Um ano e meio depois, comecei a criar retratos de belas artes usando a figura feminina, o que ainda faço hoje.































"Nós nascemos sozinhos, vivemos sozinhos, morremos sozinhos. Somente através do amor e da amizade podemos criar a ilusão por um momento que não estamos sozinhos."

Orson Wells

Fenix

Fenix

Eu

Image and video hosting by TinyPic

Resolutions for life

Resolutions for life

Fale comigo

Atualizações Por Email

Meus textos no Me, Myself and I

"Para obter algo que você nunca teve, precisa fazer algo que nunca fez".

"Quando Deus tira algo de você, Ele não está punindo-o, mas apenas abrindo suas mãos para receber algo melhor".

"A Vontade de Deus nunca irá levá-lo aonde a Graça de Deus não possa protegê-lo".

"Boas meninas vão para o céu.

"Boas meninas vão para o céu.
As más vão para qualquer lugar" H.G.Brown

Beijo BEM DADO!

Beijo BEM DADO!
13 de Abril - Dia do Beijo!

Robert & Kristen

Robert & Kristen
Essa foto é quente!!!

Pervert


Mulher Maravilha

Mulher Maravilha

Visualizações de páginas da semana passada

Robert Pattinson Ai Meu Deus!

Robert Pattinson Ai Meu Deus!
Niver: 13/05

Addicted

Addicted

FREEDOM

FREEDOM
passarinho na gaiola não canta, lamenta.

Yes, I do

Yes, I do

Bruninho bonitinho...

Bruninho bonitinho,
Se vovozinho pegar
Você dormindo no

Meu sofazinho gostosinho,
Vai cortar seu pir*zinho!

TOMA! ! ! ! !


VINGANÇA!!!!!

Seja antes de tudo Humano...

Seja antes de tudo Humano...
Com seu próximo!

Coments...

Coments...

Janelândia

Janelândia
Passo muito tempo aqui.

Seguidores

Eu Bloggo! Desde 15/01/08

Eu Bloggo! Desde 15/01/08
TU BLOGAS?

Avise, deixe BEM claro!

Avise, deixe BEM claro!

Memento, Homo, Quiá Pulvis Es Et In Pulverem Reverteris.

“Lembra-te, ó homem, de que és pó e ao pó hás de voltar”.